Dicionário de Agroecologia e Educação

26/11/2021

Material é lançado pela Fiocruz e conta com o apoio de profissionais da FASE, que escrevem sobre Fome, Agroecologia, Bens Comuns o Bioma Pantanal

Soluções Reais, não Net Zero: Uma Chamada Global à Ação Climática

02/11/2021

As propostas de Net Zero têm como premissa a ideia de anular as emissões na atmosfera ao invés de eliminar suas causas. Ao contrário, representam meramente o comprometimento de que, em um período de 30 anos, os governos passarão a compensar a sua poluição anual – sem garantias de que irão realmente cortar suas emissões nas próximas décadas.

Relatório Utilidade Privada, Despossessão Pública

14/10/2021

O relatório “Utilidade Privada, Despossessão Pública”, analisa o uso das figuras de Utilidade Pública e conceitos análogos relacionados às atividades de mineração e energia na Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Honduras, México e Peru. O estudo aborda o contexto das reformas neoliberais que intensificaram a entrada de capital estrangeiro para mineração e exploração de energia na América Latina. A pesquisa foi realizada pelo Grupo de Utilidade Pública na América Latina as organizações que reúne organizações como a FASE, o Centro de Documentación e Información de Bolivia (CEDIB), o Observatório Latinoamericano de Conflictos Ambientales (OLCA), o Grupo Semillas, a Acción Ecológica, a Equipo de Reflexión, Investigación y Comunicación (ERIC), o Proyecto de Derechos Económicos, Sociales y Culturales (ProDESC) e o Grupo de Formação e intervención para el Desarrollo Sostenible (GRUFIDES).

Declaração Oilwatch Latinoamérica: O debate do clima não é sobre moléculas de CO2 !

01/10/2021

Desde 1830, o planeta aqueceu de forma exponencial devido às emissões de gases de efeito estufa e, hoje em dia, políticas baseadas na adição ou subtração de moléculas de dióxido de carbono (CO2) contribuem para os problemas de uma sociedade com um modelo econômico energívoro e petrodependente como a nossa.

Juventudes de Pernambuco reivindicam direitos

23/06/2021

Em Audiência Pública realizada nesta terça-feira (22), a FASE e outras entidades que integram o projeto “Juventude nas Cidades”, enviaram uma carta ao Governo do Estado de Pernambuco denunciando o não cumprimento direitos e deveres do Estado para com a Juventude nas mais diversas realidades vividas nos municípios pernambucanos.

“Agroecologia é alternativa hoje e para o futuro”

15/06/2021

Em entrevista à Articulação Semiárido Brasileiro, Maria Emília Pacheco, assessora nacional da FASE e integrante do núcleo-executivo da Articulação Nacional de Agroecologia, comentou o desmonte das políticas públicas no Brasil, principalmente no que diz respeito à educação. Além disso, fez reflexões sobre o mês do meio ambiente, relacionando saúde e sustentabilidade em meio à pandemia e outros assuntos.

“Se eles não fazem nada, faremos tudo daqui”: a voz das favelas na luta contra a violência policial

14/05/2021

Em artigo publicado no informativo “Radar Covid-19”, da Fiocruz, Rachel Barros, educadora do programa da FASE no Rio de Janeiro, fala sobre a violência policial nas favelas cariocas

O retorno da fome ao Brasil está no centro de interesses econômicos e políticos. Entrevista especial com Maria Emília Lisboa Pacheco

29/04/2021

Maria Emília Lisboa Pacheco, assessora nacional da FASE e integrante do núcleo executivo da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), deu uma entrevista no dia 27 de abril ao repórter João Vitor Santos, do Instituto Humanista Unisinos. Nela, falou sobre os desmontes das política alimentar brasileira, não respeitando o direito humano à uma alimentação adequada, acentuado pela pandemia da Covid com a omissão do governo federal.

Organizações da Sociedade Civil enviam carta à ALERJ se colocando contra à privatização da CEDAE

19/04/2021

Campanha Água Boa para Todos, da qual a FASE faz parte, solicita aos parlamentares a realização de uma audiência pública em caráter de urgência até o dia 30/04/2021 convocando profissionais do Tribunal de Contas e do Ministério Público e da Defensoria Pública do estado e representantes do Gaema, Instituto Rio Metrópole, ONDAS, FIOCRUZ, UFRJ, UFF, UEZO e da para que possam prestar esclarecimentos.

Inação do governo brasileiro gera explosão voluntária de crédito de carbono

07/04/2021

Maureen Santos, coordenadora do Grupo Nacional de Assessoria (GNA), da FASE, participou de uma reportagem publicada no último dia 06 de abril pelo portal Mongabay internacional que falava sobre a explosão voluntária e ainda irregular de créditos de carbono no Brasil. A cientista política e ecologista foi convidada para falar sobre essa política ambiental, que para ela é uma espécie de hipoteca das nossas florestas, uma vez que não há como garantir que as matas conservadas hoje permanecerão ali no futuro por conta da aquisição dos respectivos créditos.

Organizações sociedade civil enviam carta ao governo Biden alertando para os riscos acordo ambiental com Bolsonaro

07/04/2021

No último dia 06 de abril, a Fase e outras centenas de entidades da sociedade civil assinaram uma carta enviada ao governo dos Estados Unidos pedindo ao presidente Joe Biden maior rigor no trato com o governo brasileiro no que diz respeito a questão no Brasil. A expectativa é que documento possa ajudar a frear a tragédia humanitária e o retrocesso ambiental e civilizatório impostos por Bolsonaro ao país e conquistar maior participação popular nas discussões sobre o futuro da Amazônia. Confira a versão em inglês do texto:

ORGANIZAÇÕES SOCIEDADE CIVIL ENVIAM CARTA AO GOVERNO BIDEN ALERTANDO PARA OS RISCOS ACORDO AMBIENTAL COM BOLSONARO

07/04/2021

No último dia 06 de abril, a Fase e outras centenas de entidades da sociedade civil assinaram uma carta enviada ao governo dos Estados Unidos pedindo ao presidente Joe Biden maior rigor no trato com o governo brasileiro no que diz respeito a questão no Brasil. A expectativa é que documento possa ajudar a frear a tragédia humanitária e o retrocesso ambiental e civilizatório impostos por Bolsonaro ao país e conquistar maior participação popular nas discussões sobre o futuro da Amazônia.

Água é um bem comum, não mercadoria!

22/03/2021

Em artigo publicado no portal do MST, Aercio Oliveira, coordenador do programa da FASE no Rio de Janeiro, mostra como a escassez de água no mundo faz com que o o Brasil seja cobiçado pelas grandes corporações internacionais.

FASE assina declaração sobre o direito ao meio ambiente entregue a ONU

11/03/2021

Cerca de 50 organizações da sociedade civil, entre elas a FASE, repudiam à não adesão do Estado brasileiro à declaração conjunta de 63 Estados, com vistas a reconhecer o direito a um meio ambiente sustentável com um direito humano no âmbito das Nações Unidas, a qual foi apresentada durante o Debate Geral da 46ª sessão do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas. A declaração conjunta reconhece que, desde a proposição das resoluções sobre o meio ambiente e direitos humanos, em 2011, foi gerado um consenso global entre os Estados de que é chegada a hora de se reconhecer o direito de todos a um meio ambiente limpo, saudável, seguro e sustentável, levando os Estados a adotarem uma resolução na Assembleia Geral das Nações Unidas, definindo formalmente o direito ao meio ambiente como um direito humano.

O elo entre a crise do Rioprevidência e a privatização da Cedae

24/02/2021

Além de ser alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), o RioPrevidência já foi objeto de investigação do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro e do Ministério Público Estadual. Esse é o tema do artigo de Caroline Rodrigues, assistente social e educadora popular da Fase, que discute juntos com outros autores o papel do banco francês BPN nos escândalos de corrupção que aconteceram no estado.

CARTA DA FRENTE DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL BRASILEIRA CONTRA O ACORDO MERCOSUL-UE / Versión en español

17/12/2020

Las siguientes organizaciones de la sociedad civil brasileña expresan su oposición a la firma del acuerdo de libre comercio entre el Mercosur y la Unión Europea. Pedimos al Parlamento brasileño que promueva un amplio debate con la sociedad sobre los impactos que el acuerdo puede generar en los pueblos, trabajadores y territorios del país.