Em artigo publicado no portal do MST, Aercio Oliveira, coordenador do programa da FASE no Rio de Janeiro, mostra como a escassez de água no mundo faz com que o o Brasil seja cobiçado pelas grandes corporações internacionais.